Sobre

Este site tem como objetivo oferecer recursos, principalmente em áudio, sobre a fé, a cosmovisão e a piedade reformada.

Recent tags

É nossa responsabilidade crescer em amor [Episódio 1]

É nossa responsabilidade crescer em amor [Episódio 1]

Olá seja bem-vindo, eu sou o pastor Elienai Batista, e este é o programa: Amada congregação.

Episódio 1 – É nossa responsabilidade crescer em amor.

Amada congregação do Senhor Jesus Cristo, um dos grandes perigos com o qual temos de lidar é estarmos unidos como igreja, mas vivermos e agirmos de forma individualista.

Assim sendo, podemos pensar que cada um de nós é responsável somente pelo seu próprio bem-estar espiritual e material.

Mas o fato de sermos membros da igreja requer que caminhemos na contramão dessa mentalidade individualista.

Uma das figuras que a Bíblia usa para falar da igreja é o corpo humano. Nele temos muitos membros, com diferentes funções, mas uma vez que todos os membros são governados pela mesma cabeça, todos trabalham pelo bem do corpo.

É assim também nas igrejas de Cristo. É exatamente isso que o Espírito Santo nos ensina em Efésios 4.15,16, onde se lê:

Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.

Como você pode observar, verdade e amor andam juntos. De forma que podemos dizer que somos responsáveis por crescer não somente no conhecimento da verdade, mas também em amor uns pelos outros.

Isso quer dizer que na medida em que seguimos a verdade em amor, crescemos em tudo, em Cristo.

E na medida em que crescemos em Cristo, desempenhamos nosso serviço no corpo de Cristo. E quando isso se torna uma realidade para cada membro do corpo, o próprio corpo cresce em amor.

Portanto, se queremos crescer como igreja, precisamos crescer individualmente não só no conhecimento da verdade, mas também no amor uns pelos outros.

Pense sobre isso: temos a responsabilidade de crescer em amor uns pelos outros. Deveríamos ser capazes de dizer que nos amamos mais hoje, do que nos amávamos a um mês atrás.

Mas ao falar sobre este crescimento em amor, não me refiro a um crescimento de nossos sentimentos uns pelos outros. Na Bíblia, o amor não é mero sentimento. Na Bíblia o amor é ação.

Foi isso que ouvimos no último domingo, quando o pastor Iraldo Luna nos pregou o evangelho em João 3. No versículo 16, está escrito:

Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Deus amou, Deus deu.

Portanto, não crescemos em amor, dizendo uns aos outros durante o culto por ordem do pregador, Eu te amo! Isso pode parecer bonito, mas não produz crescimento do amor entre os membros da igreja.

Para crescermos em amor, precisamos servir uns aos outros no interesse do bem-estar espiritual e material uns dos outros.

Portanto, se você tem interesse em ler a Bíblia, estudar bons livros de teologia e participar de palestras edificantes, no desejo de crescer em seu conhecimento da verdade, mas ao mesmo tempo não tem interesse em servir seus irmãos, no desejo de crescer em amor por eles, isso quer dizer que a verdade em sua vida está separada do amor. E isso implica dizer que ela não tem nenhuma utilidade para você.

Não temos que escolher crescimento na verdade e crescimento no amor. Temos de crescer em ambos. Se não o fizermos, corremos o risco de sofrer o juízo de Deus.

Veja a carta de Cristo à igreja em Éfeso. Cristo elogiou aquela igreja por sua fidelidade doutrinária, mas a repreendeu por sua falta de amor.

Se Cristo enviasse uma carta à nossa igreja, com base em sua vida, o que Ele elogiaria e o que Ele condenaria?

Seu amor por seus irmãos está crescendo? O que você espera, ser servido pela igreja, ou servir aos demais membros da igreja?

Eu quero desafiar você a pensar em algum membro da igreja que talvez você tenha percebido que precisa de ajuda em alguma questão. Como você tem demonstrado seu amor a esse irmão ou irmã?
Com críticas? Fofocas? Brincadeiras? Indiferença?

Ou com oração, conselhos, encorajamento, e serviço?

A resposta revelará se você está crescendo em amor ou não.

Amados irmãos, não esperarem congregar em uma igreja amorosa, sejam vocês mesmos uma igreja amorosa, aproveitem todas as oportunidades para servir.

A partir do episódio 2, veremos algumas formas como podemos crescer em amor uns pelos outros na medida em que servimos uns aos outros.

Para quem deseja acessar o programa anterior (uma introdução ao programa), e também para acessar outros conteúdos como séries em áudio, palestras e recursos diversos, visite meu site: elienaibatista.com.

Até o próximo episódio! E que o Senhor te conceda graça, misericórdia e paz.

 

 

Igreja Reformada em Paulista

Visite a página no Facebook.

Ficha Técnica

Conteúdo e voz: Elienai B. Batista.
Edição de áudio: Abner F. B. Batista.

Dúvidas

Caso você tenha alguma dúvida sobre a pregação, pode usar o nosso grupo no Facebook para fazer sua pergunta. Porém, só responderei quando me for possível. Para isso, clique aqui e peça acesso ao grupo, escreva sua pergunta e link meu nome dentro do grupo. Quando puder responderei.

EpisódiosTítuloDuraçãoTamanhoData
PrefácioInformações introdutórias sobre esta série.00:03:053,07 MB01/09/2017
Episódio 001É nossa responsabilidade crescer em amor00:07:317,13 MB04/09/2017
Episódio 002É nossa dever orar uns pelos outros00:07:226,99 MB05/09/2017
Compartilhe!
Pr. Elienai B. Batista

Elienai B. Batista

Verbi Dei Minister

Ministro da Palavra e dos Sacramentos atualmente trabalhando em um projeto missionário ligado ao Centro de Literatura Reformada (CLIRE), e na plantação de uma Igreja Reformada em Paulista – PE.

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 16 outros assinantes

Pr. Elienai B. Batista

Ministro da Palavra e dos Sacramentos atualmente trabalhando em um projeto missionário ligado ao Centro de Literatura Reformada (CLIRE), e na plantação de uma Igreja Reformada em Paulista – PE.

Related posts
Leave a reply