Sobre

Este site tem como objetivo oferecer recursos, principalmente em áudio, sobre a fé, a cosmovisão e a piedade reformada.

Recent tags

Diferentes Tipos de Chamado [Episódio 1]

Diferentes Tipos de Chamado [Episódio 1]

Olá seja bem-vindo, eu sou o pastor Elienai Batista, e esta é a série: Aprendizado & Serviço.

Episódio 1 – Diferentes tipos de chamado.

Eu quero começar esta série afirmando que estar solteiro é uma bênção de Deus. Ao dizer isso, não quero contrastar a solteirice com o casamento. Estar casado é uma bênção de Deus, mas estar solteiro também é uma bênção de Deus.

Para entender isso, devemos começar por reconhecer que existem diferentes chamados quanto a essa questão.

Vamos ler a Palavra de Deus Vejamos Mateus 19.3-12, onde Jesus fala sobre o divórcio:

Vieram a ele alguns fariseus e o experimentavam, perguntando: É lícito ao marido repudiar a sua mulher por qualquer motivo? Então, respondeu ele: Não tendes lido que o Criador, desde o princípio, os fez homem e mulher e que disse: Por esta causa deixará o homem pai e mãe e se unirá a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne? De modo que já não são mais dois, porém uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem. Replicaram-lhe: Por que mandou, então, Moisés dar carta de divórcio e repudiar?Respondeu-lhes Jesus: Por causa da dureza do vosso coração é que Moisés vos permitiu repudiar vossa mulher; entretanto, não foi assim desde o princípio. Eu, porém, vos digo quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério [e o que casar com a repudiada comete adultério]. Disseram-lhe os discípulos: Se essa é a condição do homem relativamente à sua mulher, não convém casar. Jesus, porém, lhes respondeu: Nem todos são aptos para receber este conceito, mas apenas aqueles a quem é dado. Porque há eunucos de nascença; há outros a quem os homens fizeram tais; e há outros que a si mesmos se fizeram eunucos, por causa do reino dos céus. Quem é apto para o admitir admita.

Não é minha pretensão tratar sobre o tema do divórcio. Mas quero chamar sua atenção para o fato que Cristo nos ensina aqui, que nem todos recebem a condição de ficar sem casamento.

No v.11, Jesus diz: “Nem todos são aptos para receber este conceito, mas apenas aqueles a quem é dado.

Há comentarista que entendem que essas palavras se referem ao que Jesus ensinou sobre o divórcio (vv.4-9).

Há outros que entendem que as palavras de Jesus no v.11, se referem à declaração dos discípulos (v.10), de que seria melhor então, não se casar. Ao que Jesus responde no v.11, dizendo que nem todos tem condição de abster-se do casamento. Que só podem abster-se do casamento, aqueles a quem é dado, isto é, aqueles que recebem o dom de Deus para abster-se do casamento.

O v.12, parece confirmar isso, pois nele Jesus apresenta diferentes razões, que fazem com que um homem abstenha-se do casamento. Podemos listar essas razões, da seguinte maneira:

Primeiro, há aqueles que não podem se casar por causa de algum defeito congênito. Por exemplo, um homem que nasce impotente.

Em segundo lugar, há aqueles que não podem se casar por terem sido impedidos. Por exemplo, aqueles que foram castrados ou sofreram um acidente.

Em terceiro lugar, há aqueles que não se casam por causa de uma resolução pessoal. Por exemplo, alguém que resolve permanecer solteiro para melhor servir no reino de Deus.

De qualquer forma, todos só comentaristas reconhecem que Jesus diz aqui que nem todos são chamados ao casamento. Essa condição de abster-se do casamento é apresentada aqui como um dom de Deus.

Sobre isso também, falou o apóstolo Paulo em 1 Coríntios 7.7-9:

Quero que todos os homens sejam tais como também eu sou; no entanto, cada um tem de Deus o seu próprio dom; um, na verdade, de um modo; outro, de outro. E aos solteiros e viúvos digo que lhes seria bom se permanecessem no estado em que também eu vivo. Caso, porém, não se dominem, que se casem; porque é melhor casar do que viver abrasado.

As palavras do apóstolo indicam que ficar solteiro, por uma resolução, a fim de melhor servir no reino de Deus, é um dom dEle. No entanto, quem não consegue viver sem abrasar-se, deve casar.

Portanto, conclui-se que há aqueles que nunca se casarão, estes experimentarão esta bênção da solteirice por toda vida. Mas é bom que se destaque desde já, que a solteirice é apresentada de maneira positiva nesses textos, como algo dado por Deus. A solteirice é apresentada aqui não como uma maldição, mas como uma bênção.

Apesar de termos que admitir que são poucas as pessoas que recebem este chamado para a vida toda, há de fato, aquelas que pela Providência de Deus permanecerão solteiras por toda vida.

Esse chamado se evidencia pela Providência de Deus, ao mesmo tempo em que Ele concede a graça para que tal pessoa viva de modo puro e em paz. Ao que parece a pessoa se dá conta em algum momento de que tem esse chamado e dom de Deus, para permanecer solteiro a fim de servir no reino de Deus.

Por outro lado, há aqueles que desfrutarão da bênção de estar solteiro apenas por um tempo de suas vidas. Alguns desfrutarão desse tempo de solteiro por um período maior, outros por um período menor e então se casarão.

Mas o fato é que Deus ordenou a vida de tal modo que existe este período de estar solteiro. Esse período quando compreendido corretamente, deve ser considerado uma bênção de Deus, quer seja uma solteirice para toda vida, quer seja passageira. Portanto, quando uma pessoa se casa, ela deixa uma bênção que lhe foi dada para um determinado período de sua vida – a solteirice, para abraçar outra bênção de Deus para o restante de sua vida – o casamento.

Podemos colocar assim: se você é chamado para permanecer solteiro por toda vida, você recebeu um dom para isso, e desfrutará dessa bênção em paz.

Se você não recebeu o dom e o chamado para permanecer solteiro por toda vida, você desfrutará dessas duas bênçãos de Deus para sua vida: solteirice e casamento, em diferentes períodos de sua vida.

A compreensão desses diferentes tipos de chamado da parte de Deus, são básicas para pensarmos na solteirice como uma bênção de Deus.

Vamos continuar este assunto, no episódio 2, no qual tratarei sobre a bênção da solteirice como uma compreensão contracultural.

Até lá! E que o Senhor Deus te conceda graça, misericórdia e paz!


Edição de áudio: Abner F. B. Batista.

Pr. Elienai B. Batista

Ministro da Palavra e dos Sacramentos atualmente trabalhando em um projeto missionário ligado ao Centro de Literatura Reformada (CLIRE), e na plantação de uma Igreja Reformada em Paulista – PE.

Related posts
Leave a reply